A Public Knowledge Project (PKP) acaba de lançar o Open Journal Systems (OJS) 3.1!

 

Depois da maior reformulação de sua história e de 10 anos de modernização tecnológica, com o lançamento do OJS 3.0, que trouxe melhorias significativas na usabilidade da plataforma, chegou o OJS 3.1.

Algumas das principais novidades desta versão são:

  • Edição do menu de navegação
  • Páginas estáticas podem ser criadas
  • Traduções atualizadas para diversos idiomas, incluindo o Português e Espanhol
  • Opção de atribuir DOIs em todos os artigos da revista
  • Opção para restringir um papel de editor que só pode indicar sua recomendação, cabendo ao Editor chefe, ao receber a recomendação, tomar a decisão final
  • Administrador do Portal voltou a poder acessar as revistas como gerente, mesmo sem ter este papel explicitamente
  • Plugin de citações foi reformulado
  • API Rest (acesso ao OJS por programas externos)
  • Suporte a assinaturas

E, não menos importante, foram incluídas 190 correções de defeitos em relação ao OJS 3.0.2, lançado em fevereiro de 2017.
Com estes novos recursos e correções, a estabilidade do OJS 3.1 deve vir com brevidade.

No momento, estamos recomendando esta versão para as revistas que estão iniciando no OJS. Para quem utiliza SEER/OJS 2.x, indicamos que aguarde um pouco para ter acesso a uma plataforma mais madura e estável.

Nota: O nome Sistema Eletrônico de Editoração de Revistas (SEER), como o sistema ficou popular no Brasil, deixou de ser utilizado a partir da versão 3. Agora será utilizada apenas a nomenclatura oficial do projeto em todo o mundo: Open Journal Systems (OJS).

Quer utilizar o OJS 3.1 sem transtornos técnicos, contando com uma equipe especializada para manutenção do sistema? Conheça o Periódicos em Nuvens!

OJS 3.1

OJS 3.1

Lepidus, 24 de outubro de 2017